Plástica anal. Você já ouviu falar?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Dr. Alexandre Nishimura​

Médico Coloproctologista​

Fale conosco

E agende agora mesmo uma consulta.
🗨 WhatsApp

Gostaria de marcar uma consulta?

Clique em Saiba Mais e faça seu agendamento!
ProctoNews

O que é Coloproctologia?

A coloproctologia é a especialidade que trata, clínica e cirurgicamente, das doenças intestinais (dos cólons, reto e ânus), tais como Hemorróidas, Fístulas anais, Fissuras anais, Plicomas anais, Câncer de Intestino ou Câncer Colorretal, Endometriose Intestinal, Diverticulite, Cisto Pilonidal, entre outras.

Ainda existe o grande tabu em relação ao coloproctologista, devido, principalmente, ao exame de toque retal! Entretanto, reafirmo a grande importância da sua avaliação especializada, pois muitas das doenças intestinais são silenciosas ou confundidas com outros diagnósticos, como por exemplo, o câncer de intestino (a maioria dos novos casos são assintomáticos, no momento do diagnóstico), hemorragia digestiva baixa (muitas vezes tendo como culpada as hemorróidas, mas nem sempre elas são as grandes causadoras dos sangramentos), abscessos anorretais (muitas vezes tratados, erroneamente, como hemorróidas por conta do abaulamento e dor anal)…e como já deu pra perceber, parece que tudo na coloproctologia se chama HEMORRÓIDA, mas não se engane, a avaliação coloproctológica é essencial para o diagnóstico correto e tratamento adequado.

Por se tratar de uma região delicada, e por causar constrangimento para muitas pessoas, algumas coisas são importantes na avaliação anal, como por exemplo, informar todas as etapas do exame antecipadamente, cautela na realização do exame (evitando “avançar o sinal” nos casos de muita dor local, deixando para um segundo momento a avaliação completa…ou até mesmo, sugerindo uma avaliação proctológica sob anestesia ou sedação) e, principalmente, se “colocar na pele” de quem está sendo examinado (faça o que gostaria que fizessem com você)!

Convênios

Sobre o reembolso médico.

Reembolso médico ocorre quando o paciente paga pela consulta ou procedimento médico e, após envio de documentos para o plano de saúde, dentro de 30 dias seu custo é restituído.

A grande vantagem do reembolso médico é que, através dele, o paciente tem livre escolha para decidir com qual médico irá se tratar, e não fica preso à lista de profissionais que firmaram algum tipo de acordo com o convênio médico. O médico por sua vez, não fica restrito às remunerações fixadas e tem o direito de receber seus honorários de maneira justa sem prejudicar o paciente.

Em geral, os planos de saúde são obrigados a informar, seja pela internet ou pelo serviço de atendimento ao consumidor, se o paciente tem direito a facilidade do reembolso médico. Nos casos em que o convênio do paciente não fornece essa opção os custos com saúde são restituídos integralmente no imposto de renda, salvo quem opta pelo modelo simplificado — não é permitido nenhum abatimento, já que é concedido um desconto de 20% sobre a base de cálculo do imposto (limitado ao valor de R$ 16.754,34), que substitui todas as deduções. Basta apenas que a pessoa declare os valores das consultas e procedimentos, e guarde a nota fiscal do atendimento como comprovante.

“O paciente que se consulta em caráter particular um médico não conveniado ao seu plano de saúde, pode buscar a realização de exames e procedimentos por ele requeridos junto a operadora. A negativa da empresa é ilícita, tanto sob o ponto de vista do paciente, quanto do médico. Essa é uma decisão judicial, que encontra amparo no Código de Defesa do Consumidor e na Resolução da ANS – CONSU n.8 de 04/11/1998. Há inclusive decisão do STJ que assegura tal direito ao médico e ao paciente, que detém a garantia de poder procurar qualquer médico de sua confiança, sendo credenciado ou não a operadora de saúde.”

Abrir Chat
Precisa de Ajuda?
Olá 👋
Podemos te ajudar?